top of page

Equipe do Centro Universitário Integrado comparece ao IJOMA para firmar parceria na área de Medicina

Atualizado: 26 de fev.

Comunicação IJOMA


Ontem à tarde (21 de fev. 2024), a equipe formada por profissionais da saúde e docência ligados ao Centro Universitário Integrado (instituição de Campo Mourão, PR), compareceram ao Instituto de Prevenção do Câncer Joel Magalhães (IJOMA) para firmar parceria.


A comissão formada pelos seguintes profissionais, Professor Alan Fonseca (Diretor Geral da Unidade do Centro Universitário Integrado de Macapá), Mateus Guarezi (Médico e Professor), Professor Rafael Zampar e Dr. Aljerry Dias (Ginecologista), dialogaram sobre o assunto junto ao Presidente do IJOMA,  Padre Paulo Roberto Matias, e com a coordenadora da instituição, a Assistente Social Lene Moraes.


Imagens: Comunicação IJOMA


“Dentre todos as profissões, cabe ao egresso de uma faculdade de Medicina a responsabilidade por executar uma das missões mais nobres: manter ou restaurar a saúde de seus pacientes, além de salvar vidas em situação de risco. Por conta disso, essa profissão detém o respeito de todos os outros setores da sociedade, por isso, este projeto aqui no IJOMA é fantástico, estamos dispostos a abrir as nossas portas para a execução desta parceria, e é para logo, porque se é para o bem da saúde do Estado do Amapá, com toda a certeza, faremos de tudo para este sucesso”, salientou o Presidente do IJOMA.


“A Medicina é a área do conhecimento dedicada à restauração e  a manutenção da saúde. Tem como intuito a cura e a prevenção de doenças humanas e o curso de Medicina capacita o aluno a promover o bem-estar mental, físico, social e psicológico do ser humano. Por isso, notamos a carência aqui no Estado do Amapá, queremos trazer o curso de Medicina para cá, ressaltou  o Professor Alan Fonseca (Diretor Geral da Unidade do Centro Universitário Integrado de Macapá).


“Agora é esperar que tudo dê certo; e já deu, porque esta é uma iniciativa nobre, à qual vai ajudar de maneira substancial, com o foco no social e na qualidade de vida no nosso povo”, finaliza Padre Paulo Roberto.



51 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page